Com tudo isso, começa a fazer sentido o porquê do Lula insistir em usar a narrativa terrorista da guerra: - Chama Israel de genocida - Usa número
Com tudo isso, começa a fazer sentido o porquê do Lula insistir em usar a narrativa terrorista da guerra: - Chama Israel de genocida - Usa número